APAE Rural

Educação Especial para o Trabalho

Objetivo Geral

Educar e preparar o aprendiz às necessidades da vida e ao mundo do trabalho a que tem possibilidade, oportunizando experiências de diferentes atividades laborativas e ocupacionais, desenvolvendo hábitos e atitudes adequadas, possibilitando–lhes a inserção na escola, no trabalho, na família e na comunidade.

Objetivos Específicos

- Formar hábitos, atitudes e comportamento condinzentes com o ambiente de trabalho.

- Desenvolver habilidades (motoras, perceptivas, cognitivas e sócio-afetivas básicas ao desempenho de atividades laborais e ocupacionais.

- Desenvolver habilidades específicas que possibilitem ao aluno o domínio de conhecimentos e práticas pertinentes à área profissional.

- Desenvolver habilidades de gestão que capacitam o aluno a atuar na sociedade com responsabilidade e de forma crítica e empreendedora (gerir seu próprio tempo, ter capacidade de decisão, responsabilizar-se por resultados, possuir visão ampla sobre sistematização de processos e produtos).

- Preparar o aprendiz para ingressar no mundo de trabalho supervisionado, cooperativo ou competitivo.

- Promover o ajustamento sócio-profissional com vistas ao aproveitamento de mão-de-obra útil na família e na comunidade.

- Favorecer a construção da autoconfiança e experiências significativas de auto-realização.

- Proporcionar auto-avaliação quanto às aspirações e limitações para determinadas tarefas.

- Construir conhecimentos que contribuam para a compreensão da cultura do trabalho, associados a aspectos éticos, estéticos e filosóficos, ampliando a visão de mundo.

Etaspas da Educação Profissional

1ª ETAPA: INICIAÇÃO PARA O TRABALHO

• Avaliação Inicial para o Trabalho (perfil do educando).

• Pré-profissionalização (sondagem de interesses e habilidades, prioriza o desenvolvimento de competências e habilidades relativas ao pensar, agir e sentir).

2ª ETAPA: QUALIFICAÇÃO / HABILITAÇÃO PROFISSIONAL

• Oficina Protegida de Produção – programa de habilitação profissional para adolescente e adulto com deficiência, provendo-o com trabalho remunerado, com vistas à emancipação econômica e pessoal relativa (fabricações próprias, subcontratos, prestação de serviços por meio de equipes móveis, atividades práticas de serviços gerais).

• Treinamento em estágio – é realizado em empresas, portanto em situação real, onde o aprendiz vai desenvolver e/ou modificar atitudes e adquirir qualificação profissional que objetive sua futura colocação em emprego.

• Parceria com o SENAI – para qualificação nas áreas de Recepcionista e Operado de Computador.

3ª ETAPA: COLOCAÇÃO NO MUNDO DO TRABALHO

• Emprego competitivo aberto (tradicional).

• Trabalho apoiado (individual ou equipes móveis).

• Trabalho autônomo (individual, indústria caseira).

Atividades Diversificadas - PROJETOS:

Fotos: